Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
 
Total de Visitas: 115319    
Online: 3
 
Câmara Municipal de Paranaguá
 
Data: 19/04/2017 Hora: 00:00:00
Vereadores fazem duras críticas a presidência da Appa
Webline Sistemas

O vereador Luizinho Maranhão (PSB), integrante da Comissão de Assuntos Portuários e Turismo, na sessão de terça-feira, 19, se pronunciou a respeito do Terminal Portuário de Paranaguá (Teapar), que é o detentor de uma estrutura para o carregamento do açúcar ensacado nos porões de navios que atracam no porto de Paranaguá. Ele falou a respeito da notificação da empresa pública Appa, endereça a direção do Teapar, no qual solicita a retirada do equipamento chamado de shiploader do caís portuário a partir de agosto, quando se encerra o contrato que a Appa possui com a empresa Teapar.

 

O assunto foi abordado devido a reunião que aconteceu na manhã de terça-feira, no gabinete do presidente Marcus Antonio Elias Roque (Marquinhos Roque –PMDB), com representantes de diversos órgãos e sindicatos, além de vários vereadores. Segundo Luizinho Maranhão, a determinação da Appa vai implicar em fortes prejuízos para a economia local, uma vez que sem o equipamento o carregamento de ensacados de açúcar ficará comprometido no porto de Paranaguá. “Este documento encaminhado pelo senhor Dividino para o Teapar é uma demonstração de que o processo de renovação contratual não se dará, nem mesmo haverá um processo de licitação para o serviço. Sabemos que a intenção do senhor Dividino é levar a carga de açúcar para o porto privado em Antonina, mas isso não vamos permitir”, avisou o vereador do PSB.

 

Na reunião ocorrida na sala da presidência, os diretores do Teapar reforçaram que o pedido de retirada do shiploader, feito de forma antecipada, é um entendimento claro de que os navios de açúcar poderão ser direcionados para o Terminal Ponta do Felix, em Antonina. Com isso, a cidade perderá em uma única operação de navio, que embarca açúcar, cerca de 2.196 frentes de trabalho para os mais diferentes sindicatos da orla marítima.

 

Vale lembrar que o segmento açúcar emprega toda a mão de obra avulsa do porto de Paranaguá.  Desta maneira, se houver a saída do açúcar das operações do porto em Paranaguá, o sindicato dos Ensacadores, por exemplo, tende a perder seu principal segmento de trabalho.

 

O mesmo tom de críticas ao presidente da Appa foi observado pelo vereador Adriano Ramos (PHS), que concluiu seu discurso no plenário pedindo a saída do atual presidente da Appa. “Fora Dividino”, foram as palavras do edil.

 

 

A assessoria de comunicação da Casa de Leis buscou junto a Appa maiores explicações  para a solicitação, junto o Teapar, da retirada do shiploader que faz o carregamento de açúcar, mas não houve resposta até o final da produção deste texto.

Data: 19-04-2017 00:00:00


2017 © Todos os direitos reservados